Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo surge à medida que as empresas visam expandir seu alcance e eficiência na web. Assim, surge a necessidade de orçamentos para estratégias de marketing e formas de promoção a serem exploradas nesse meio, o que é um relacionamento.

odesign-mkt-digital-blog2

O relacionamento precisa cumprir etapas, como num namoro, onde você estabelece sua identidade visual, que é a sua veste, sua apresentação, depois, o conteúdo. Uma boa conversa, conhecer vários assuntos, é imprescindível saber um pouco de tudo, ter um bom papo e conversar mesmo. Você não chega numa festa e já sai pedindo em namoro, sem uma boa apresentação e um bom papo não é mesmo? VOCÊ PRECISA DE CONTEÚDO. Seu cartão de visita é sua aparência, mas sem conteúdo não vai muito longe. Com um bom conteúdo, você estabelece CONFIANÇA e PREFERÊNCIA. Pessoas com conteúdo têm a preferência, assim são as marcas.

O MARKETING DE CONTEÚDO, além de ser uma tendência natural, é hoje uma necessidade para qualquer negócio. Isso irá lhe diferenciar nesse mar de informações.

Muitos observadores comentam sobre o declínio da eficácia da propaganda tradicional. Uma simples razão para isso é que menos pessoas estão lendo, vendo ou escutando formas tradicionais de mídia.

O psicólogo Barry Shwartz identifica um agravante nisso tudo que chama de o “Paradoxo da escolha”, a maioria das pessoas não quer mais opções, elas querem simplesmente o que elas querem diante do excesso de escolhas. Isso não era problema numa década em que havia somente um modelo de carro como o Ford T na década de 20.

Hoje, precisamos acima de tudo, CONTAR UMA HISTÓRIA antes de querer vender. Entre tantas escolhas, temos a obrigação de sermos diferentes e apresentar CONTEÚDO RELEVANTE, conversar. Faça SUCESSO, divulgue mais e melhor, tenha mais lucros investindo em Marketing Digital e Marketing de Conteúdo, dá resultado!

Temos um plano feito especialmente pro seu negócio.
http://odesign.com.br/marketing-digital

 

 

 

Marketing Digital para um novo consumidor

Precisamos entender, de uma vez, que nosso consumidor não é mais o mesmo, ele evoluiu, e muito. A Revolução Industrial levou a um mundo de riquezas impensáveis até então, criando uma sociedade de consumidores, nos tornando essencialmente consumidores de mídia de produção em massa. E com TANTA MÍDIA, ninguém quer mais ser interrompido por publicidade e nós precisamos assim, oferecer uma nova forma de comunicar. É preciso conversar com esse potencial consumidor.

odesign-mkt-digital-blog1

As marcas não estão mais no controle, precisam entender a necessidade de se envolver com seu público para ele então se engajar com a marca e seu conteúdo e propagar além. E o Marketing Digital bem planejado, com conteúdo, tem papel fundamental.

Por tudo isso, a necessidade real e urgente de investir em Marketing Digital, estabelecer uma identidade forte na web e nas Redes Sociais, com publicações que darão ao cliente a sensação de AUTENTICIDADE, de ser genuína e cativante. Isso fará com que seu negócio tenha muito mais chance de sucesso num mundo de enormes quantidades de opções. Lembre-se, neste exato momento, a busca social é uma realidade e lá no Facebook está acontecendo, alguém está vendo seu CONCORRENTE, simpatizando com ele e criando vínculo.

E você? E sua empresa?

ESTÃO INVESTINDO EM MARKETING DIGITAL PARA AUMENTAR O FATURAMENTO?
Saiba como obter  vender mais e obter mais lucros

A vida após a propaganda de 30 segundos

O design não é mais algo apenas estilístico independente, incluído em um projeto, site ou serviço pouco antes dele ser entregue ao público ou ao marketing. A nova metodologia que está se formando em empresas e organizações ao redor do mundo faz o design recuar aos primeiros estágios da concepção desses projetos, sites ou serviços e avançar até os últimos momentos da implementação e além.

Permitir que os clientes escrevam o último capítulo da história é só mais um exemplo do design thinking em ação e a nova ordem.

FRANCE-INTERNET-TECHNOLOGY-LEWEB12

Observação e entendimento de um capítulo de Tim Brown, sobre o design thinking

Smartphones tornando o mundo mais mobile

Quase 80% dos ADOLESCENTES com internet usam redes sociais

Em um mundo cada vez MAIS MOBILE, Smartphone é o aparelho mais usado por eles para acessar as redes sociais.

Entre as crianças e os adolescentes brasileiros que acessam a internet, 79% mantêm perfis em redes sociais, segundo estudo divulgado nesta quarta-feira pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). A pesquisa TIC Kids Online Brasil, feita entre setembro de 2013 e janeiro deste ano, ouviu 2.261 usuários com idades entre 9 e 17 anos, em todo o território nacional. Os pais ou responsáveis desses jovens também foram ouvidos. Na pesquisa anterior, feita em 2012, esse índice era de 70%.

PRECISAMOS, realmente, enxergar esse público consumidor, cada vez mais como um potencial, tanto em vendas quanto em fidelização de marca, é o NOVO CONSUMIDOR mudando as regras.

mobile-selfie

O levantamento revelou uma tendência de crescimento no uso do telefone celular como principal forma de acesso às redes sociais – o aparelho é usado por mais da metade desse público (53%). Em relação a 2012, houve crescimento de 32 pontos percentuais. O acesso à internet por meio dos tablets cresceu de 2%, em 2012, para 16%, em 2013.

É a BOA DICA, marque presença forte nas redes sociais, tenha uma identidade forte e fidelize esse novo consumidor, sua marca só tem a ganhar, tanto em exposição e valor agregado, quanto em vendas.

Saiba como conquistar esse público e aparecer na rede:
http://odesign.com.br/pacotes.html

Investimento em Marketing Digital dá resultado

Identidade visual ajuda a valorizar negócio

Marketing Digital

A identidade visual é uma das ferramentas usadas pelos empresários para valorizar o negócio. Pensando nisso, a empresária Fernanda Dourado contratou uma consultora de marketing antes de montar seu pet shop e investiu R$ 30 mil em marketing visual. O estabelecimento fatura R$ 30 mil por mês e, em 2013, cresceu 50%. Já Paloma Franceschini tem uma loja de roupas femininas e, para atrair clientes, ela muda o visual do espaço duas vezes por ano, com a ajuda de uma designer de interiores. Além disso, a loja investe no conceito de embalagem útil. A calça jeans, por exemplo, é vendida dentro de uma nécessaire.

Confira a matéria completa  com vídeo no G1 http://goo.gl/VJD6lc